quarta-feira, 6 de junho de 2007

Netinho.

Netinho. Filho do meu filho João.
Arnaldo neto. Netinho.
O meu netinho.
Menino buliçoso, filho de pai belicoso.
A mãe tem bulimia.
Eu tinha uma Cannon. E ele me via.

-Da pra ver o mundo vô?
-O mundo é vasto e grande menino!
-Grande, como o tio Gabo?
-Mais rechonchudo.
-Gorda como a tia Velha?
-Hum... Um pouco mais.
-Mas com i, ou, mas sem i?
-Como?
-Porque se for, mas com i, é grande e vasto, como o tio Gabo. Agora se for, mas sem i, é gorda e palpiteira como a tia Velha.
-Entendo... Você ta muito esperto menino. Muito esperto para a sua idade.
-O senhor também vô, é muito esperto para a sua idade.
-Hahahahaha... Mas seu moleque danado...
-Mas é, mas com i, ou, mas sem i?
-Mais. Com i.
-Mas seu moleque danado, foi o com i, ou sem i?
-Sem o i.
-Entendo... Sabe vô, eu não queria crescer, queria ser para sempre criança.
-Não? E por que não?
-Vocês, gente grande se acham grande demais.
-Grande, como o tio Gabo?
-Um pouco maior.
-...
-Não tem uma forma que me faça ser para sempre criança?
-Tem sim. E ela está dentro de você, é só procurar que você encontra... É um pouco complicado de achar, mas com o crescimento você encontrará.
-Tira uma foto minha vô!
-Claro! Humm... Vai ali, senta ali perto daquele muro, põe as mãozinhas no rosto, assim... E faz uma cara de... Uma cara de triste!
-...
-Não, não, não é para me dar língua! E nem fazer careta! É triste menino.
-...
-Hahahahaha. Aí você ta enfezado, que carinha feia! Conheço essa cara. É igualzinha a cara que você faz quando eu te mando tomar banho.
-...
-Tapando o rosto com as mãos? Que novidade é essa menino? Hahahaha.
-...
-Sorrindo? Mas eu falei um rostinho de menino triste.
-É que eu não sei como é ser triste.
-Ah... Meu deus é verdade... Esqueci, esqueci que você é uma criança.
-Tchau vô! Vou brincar!

Saiu espalhafatoso atrás da pipa e me deixou sem sabor.


4 comentários:

Raquel disse...

O comentário anterior vale. Como formigas no céu, pipas!

Camilla Lopes disse...

Netinho. Filho do meu filho João.
Arnaldo neto. Netinho.
O meu netinho.
Menino buliçoso, filho de pai belicoso.
A mãe tem bulimia.
Eu tinha uma Cannon. E ele me via.

Isso, está ótimo.
parabéns,.
Camilla

juka_lordello disse...

Porra x]

Muito bom!
Mais esse texto...
humm, Mais com i ou sem?

bom...

Guilherme disse...

eu comeria seu blog.