quinta-feira, 3 de abril de 2008

Me gusta!


Se sempre foi de seu interesse conhecer Havana, e nunca teve dinheiro para tamanho propósito.
Só lamento.
Mas, confie nos seus olhos e conheça Havana assistindo um documentário produzido em 1998, lá em Cuba.
é um documentário de uma banda da década de 40, chamada Buena Vista Social Club.
Muito boa, lembra do ´Dos gardenias para ti, con ellas quiero decir, te quiero, te adôro...'?

Então, o Ibrahim Ferrer canta muito bem.

O documentário é de um diretor alemão, Wim Winders, é nostalgico e alegre, é poético. Fiquei encantado, aliás, fico sempre encantado com as pessoas que ficam com os olhos brilhando quando se recorda de algo bom.
O que sei sobre Havana é que o tempo não passa por lá, que as pessoas são humildes, que o mar é bravo, o lugar é lindo, tem muito negro, eles cutuam São Lázaro, e os carros antigos_ que aqui no Brasil viria a ser um tipo de honestidade, de tão raro que é._ Ficam por aí estacionados.
Uma beleza de lugar!

e olha que eu nem precisei ler a Trilogia Suja de Havana...






Um comentário:

Alexandre disse...

é um documentário dançante. qdo assisti no cinema deu vontade de levantar da poltrona e dançar. poesia e resistencia daquele povo negro de Cuba.