quarta-feira, 13 de maio de 2009

Desafio em pról de um ócio criativo




Um grande amigo me pediu para compor pra ele umas canções subversivas, vocês sabem... punk rock mesmo.
Nunca compus nenhuma musica, e vou me enrrolar porque vou pensar também na batucada. Mas ele me preveniu: "Apenas escreva, como se fosse um poema, escreva sobre o egoísmo das pessoas, sobre sistema politico e blá blá blá, leia Burroughs Rafa, se vira. O resto deixa com a gente."

Ok. Já compus uma parte da primeira canção, e ela se chama Nem Bob day, Nem punk always. No inglês, original: "Nem Bob dia, nem sempre punk"

Vou enviar para a corte, e vou esperar o chumbo grosso dos séquitos esquentadinhos da banda Exclusos. Adoro uma polêmica, e se for preciso, a gente se estranha.


2 comentários:

Isa Dora disse...

Haha. Vc é muito ótimo.
Pq não posta a letra aqui?

Mariano, disse...

Saudades daqui ^^
Adorei o post falando do Rimbaud :P

Um abraço Mariano.