terça-feira, 8 de maio de 2007

Poema roto.

Eu encontrei um poema roto no meio do caminho.
No meio do caminho havia um poema roto.
Havia um poema roto no meio do caminho onde eu encontrei um poema roto.
No meio do caminho.
Eu peguei-o, e o vesti.
E no meio do caminho não mais havia um poema roto.
Havia um caminho.
Havia um homem bom,
mas mal vestido
de seus poemas rotos.
E seguiu seu caminho.
E encontrou
a sua
paz.

2 comentários:

£éo disse...

Muito interessante o seu! Gosto de blogs, porém o meu é muito diferente,ainda to na fase "infantil" da coisa,cheio de enfeites e tal,eheheh
Não se assuste com meu ultimo post, todo mundo tem desejos estranhos,hsaush
Se possível visita outro site que fiz:

http://www.hikki.xpg.com.br

Raquel disse...

Poemas rotos são melhores que pedras.