quinta-feira, 7 de dezembro de 2006

Vomitando no pau duro.

SOFIA

Um dia eu conheci um cara e resolvir dá pra ele, só por causa do nome dele, ele se chamava Torquamada. Adoro nomes exóticos, dei. Mas no segundo dia, porque aprendir com a minha pura e casta mãe, que mulher que dá de primeira é puta.

-Mas puta não é aquela que cobra? E que mal há dá na primeira noite ou na segunda, a buceta é minha, dou quando eu quiser.

Ele mentia, se dizia rico, mas quem pagou a conta fui eu, conheço bem esses tipos... Mas eu gostei do falso cinismo dele. Já estava saturada de playboys frescos que tomam Long Necks em clubes burgueses.
No fim da noite, já um pouco bebados, cervejas tapando nossas visões e apurando nossos instintos, ele, aquele homem bonito de nome feio, já metia a mão pela minha saia, examinando minha gruta suada, seu dedo avulso e impertinente depois de um bom tempo na minha xana, foi levado a sua deliciosa boca e chupado com esmero e tesão, como se chupasse um doce.
Cínico. Um cheiro acre doce de sexo pairou no ar, seu pau já duro, querendo sair pelas calças... A barriguilha e os bons sensos o empediam.
Não aguentava fingir mais um minuto de charme púdico. Queria ser devassa como Bérangere, contos que eu lia quando menina...
Paguei a conta e saimos desconcertados.
Eu o levei até o meu apartamento e trepamos a noite inteira. Hesitei, confesso. Torquamada? Isso lá é nome de gente?! Mas fui, gosto do perigo, na quarta foda eu resolvir variar um pouco a situação, eu batir um boquete pra ele, só pra recompensar o mesmo que ele tinha feito na terceira, e tambem pq eu estava exausta e bêbada, toda vez que eu mexia a minha bunda com algumas celulites em cima do pau dele, me dava uma náusea... Efeito das Caipiroscas, foi melhor parar.

Confesso que eu já estava com sono, mas o Torquamada era todo gás, não se saciava nunca, e eu não queria ficar por baixo de um ralé, um pseu do espertalhão como ele, e fui, abrindo a minha boca carnuda e chupando todo aquele sexo viril, e ele gemia, e balançava a minha cabeça, pra cima e pra baixo, pra cima e pra baixo, e nisso, nesse nicho foi acelerando...

-Ai! Cuidado com os dentes sua vaca!

Vaca?! Deixa só eu me livrar dessa chupeta pra vc ver...

-Hummmm... Slapt... Hãnnnnn.... Hum, hãnnnn!

Eu queria de verdade falar pra ele que eu estava sufocando...

-Cala a boca e continua chupando... ah! eu tô quase gozando.

E num movimento desrritimado e ligeiro, pra cima e pra baixo, sentindo a boca quente e cheia de saliva o engolindo todo, com algumas arranhaduras de alguns caninos, tudo bem, mas como ninguem é perfeito, fez-se tirar algum proveito.
Pelo menos ela chupou fundo.

Tão fundo que a cabeça do pênis tocou na sua guela fazendo explodir uma demasiada mistura de vômito e orgasmo.

-Ai merda, você vomitou no meu pau...

-Ai... foi mal...

-Caramba, caramba...

-Hey! Na minha cortina não! É nova!

-E você quer que eu limpe essa porra com porcaria aonde?

-O banheiro fica à esquerda do corredor, lá tem pia e papel higiênico.

-Ai... merda!

7 comentários:

Mr.scareclown disse...

DEIXE SUA GORJETA PARA EU COMPRAR CIGARROS.

Rick disse...

Hummmm... Slapt... Hãnnnnn.... Hum, hãnnnn!
sempre saio daqui com esse gosto na boca

mr.scareclown disse...

VC COSPE OU ENGOLE?

...O BIG BIG, QUERO DIZER...

cinthia finch disse...

E awe moralll...
Eh naum li tudo tb mas deixei meu recadinhu neh?????
Bjuss

mr.scareclown disse...

LEGAL. JÁ DÁ PRA COMPRAR UM BIG BIG DE HORTELÃ.

claudio disse...

ahsuahsuashhasu
Não acredito que tu escreveu isso.
Tipow: Eu acho que quase todos os textos que tu escreve tu busca um pouquinho de tu.
Não me diga que tu se imaginou sendo essa mulher.
ahsuahushauuahs
Tá massa o texto, bem diferente.
Mas eu não escreveria a mulher narrando e sim o cara.
ashuahsuhasa
ABração Rafa.

mr.scareclown disse...

É DINHO, NESSE DIA EU ESTAVA BASTANTE BÊBADO.
STEPH KING TBM É UM PSICOPATA EM SÉRIE...