quarta-feira, 13 de dezembro de 2006

Palavras Cruzadas Parte I


Os viciados procuram palavras heroínas, palavras que os salvem do vício da solidão e do pó.
Como aspira dor, eleva dor, congela dor.
As vagabundas procuram classificar dor, entre Gregos e Troianos.
Os condenados e os medíocres preferem liquidificar dor, picar em pedacinhos, dividi-las em partes.
Os otimistas preferem a ilusão de modelar dor, tranquilizar dor.
Já os suicidas preferem a covardia de anular dor, matar dor.
Os caretas e suas filosófias copiadas de Best sellers enfadonhos preferem bajular dor.
As madames com os seus passados estranhos preferem prender dor, cortar e barbear dor.
Os modernos acham mais fácil computa dor, mais prático.
Os heróis só vão para Salva dor.
Os covardes dispensam escadas, preferem eleva dor.
E assim vamos vivendo...
Ora ou outra cuspindo o fel dos comentários maldosos misturado com a cachaça no bar.
Na capela do banheiro, como um Narciso bêbado.
Vendo a minha cara de babaca refletida na agua sanitária, mais enjôo se me dá.

4 comentários:

mr.scareclown disse...

DEIXE SUA GORJETA PARA EU COMPRAR CIGARROS.

Bia disse...

pronto
disse q um dia passria por aki
li e gostei do pouco q li...pois ainda estou d TPM e ñ to com mto saco pra ler td...

mas gostei...

posso pedir uma coisa?
Escreve algo sobre/para mim?

uam vz o Guilherme fez isso...mas nunca cheguei a saber sobre o tal conto..
bjos

mr.scareclown disse...

PODEXÁ QUE EU DEDICO ALGO PRA VC SIM, VC QUERENDO OU NÃO...

Claudio disse...

Tu já leu esse poema pra mim
Gostei.
Achei bem moderno, um tipo de rima atual.
ashuashushasa
Tchau Rafa